A formatação dos posts a serviço do layout

Categoria(s) do post: Design & Programação, Produção de conteúdo

Se você esteve conectado nas últimas semanas, deve ter lido sobre Cecília Giménez, a espanhola que tentou restaurar sozinha a obra Ecce Homo, de Elías García Martínez. Exageros comparativos a parte, é fato que podemos – eu, você e todo mundo que não é designer ou diretor de arte – realmente estragar um belo layout de site/blog. Hoje veremos algumas dicas básicas para melhor aproveitamento do tema que foi feito exclusivamente para você, pensado exatamente para as suas necessidades.

Imagens

Já conversamos antes sobre como a formatação das imagens nos seus posts interferem na sua identidade visual, mas ainda há mais sobre esse assunto.

Quando entregamos um layout feito por nós, informamos que as imagens que ilustrarão seus posts devem ter a mesma largura da coluna da área de posts. O layout é planejado de acordo com o que você especificou serem suas necessidades: pode ser que seu objetivo seja destacar as imagens, mas mesmo que seja priorizar o texto as imagens foram pensadas para aparecerem de modo que valorizem seu texto. Existe um motivo para que você seja orientado a fazer assim – e se você tiver dúvidas sobre o motivo, é claro que pode perguntar.

Percebo que, às vezes, blogueiros deixam de aproveitar todo potencial de seus layotus por teimosia. Vou me usar como exemplo: minha expertise é em redação, planejamento estratégico e mídias digitais sociais; embora eu tenha boas noções de design (psicologia das cores e formas, por exemplo), esta não é minha especialidade. Se eu agir com arrogância querendo achar que sei mais de design que o webdesigner certamente estarei deixando de aproveitar todo potencial do layout que me for entregue.

Portanto, salvo casos específicos em que você receba orientações diferentes, procure deixar suas imagens ocupando toda largura da área de posts. Também vale reler o post no qual falo sobre o uso das imagens em favor da sua identidade visual, lá há dicas inclusive sobre como colocar as fotos configuradas para que não estraguem seu tema quando futuramente você mudar de layout (e as medidas da área de posts mudarem).

Textos

Editor de texto, está aí algo a ser usado com parcimônia. Textos enfeitados demais, com cores demais, tudo “muito demais” são horríveis de ler. Conhece a frase “menos é mais”? Vale também para diagramação de texto: quanto menos enfeite, melhor a leitura.

Textos centralizados, por exemplo, cansam os olhos e portanto fazem os leitores abandonarem seu blog. Textos com alinhamento justificado também são cansativos para os olhos e, além disso, interferem (negativamente!) até mesmo no SEO do site. A melhor opção para textos na web é, sem dúvidas, o alinhamento à esquerda: isso mesmo, o alinhamento simples e básico.

Outro problema é o uso das cores. Seu layout já está com as cores definidas, os links já aparecerão todos com a mesma cor – e, novamente, isso não é por acaso, o webdesigner planejou estas cores de acordo com as suas necessidades. O mesmo vale para a cor dos títulos dos posts e também dos títulos dentro do post.

Acesse o dashboard e clique em Adicionar novo post. Na caixa de texto está o editor, em um dos botões aparecerá a palavra Parágrafo. Clique nela e o menu se abrirá: parágrafo, endereço, pré-formatado, cabeçalho 1, cabeçalho 2, etc. É esta a formatação que aconselhamos, pois deste modo tudo que você formatar como, por exemplo, cabeçalho 1, aparecerá da mesma maneira no seu site. Se você não seguir esta formatação, são dois os problemas: 1) seu site vai virar um festival de cores que não necessariamente vão combinar entre si e acabarão estragando o layout (lembre-se da Cecília Giménez); 2) quando você mudar o layout aí sim é que as cores dos posts já publicados ficarão em desarmonia com o novo tema (você vai querer e ter tempo para revisar todos os posts já publicados pra corrigir isso?).

Sim, o conceito de beleza dá pano pra manga e tem até controvérsias, o que me agrada em um layout talvez não seja bonito para você. Mas não é disso que estamos tratando aqui e sim do que funciona e do que não funciona em um layout, para o seu produto/serviço e público alvo. Se, por exemplo, eu quiser usar minhas duas cores favoritas no layout e o designer me disser que não é adequado, é claro que vou perguntar o motivo, entretanto não poderei ignorar o que pontuei há alguns parágrafos: os especialistas em desing são os designers e diretores de arte. Violeta e verde água pode ser a junção de cores mais linda do mundo para mim, mas o designer é que sabe se é uma boa combinação para alcançar e reter meu target, é ele que sabe se estas cores estão em harmonia com o serviço que ofereço. Ou você acha que as cores vermelha e amarela do McDonalds são por acaso? ;)