Glossário blogueiro

Categoria(s) do post: Planejando seu blog

Se você precisa especificar uma exigência no briefing ou pedir alteração de algo no layout, que termos você usa para se expressar? Pra quem não é web designer as nomenclaturas podem ser bem confusas, então vou deixar aqui uma “colinha” pra você consultar sempre que precisar. =)

1. Cabeçalho

É o cabeçalho que, ao acessar um blog, geralmente você vê primeiro (a exceção ocorre quando esta parte precisa ser mínima para atender necessidades e estratégias de web design). No cabeçalho estão logo e/ou título do blog, subtítulo (se o blog tiver), às vezes também o nome do autor e/ou alguma imagem especial.

Veja, abaixo, o cabeçalho do Caixa com Arte: o cabeçalho logo na entrada do blog apresenta o nome do blog e tem caixa de destaques.

Cabeçalho Caixa com Arte. Clique para ampliar.

2. Menu

O menu pode estar acima ou abaixo do cabeçalho ou, ainda, um menu acima e outro abaixo do cabeçalho. O blog pode ter apenas um menu (das páginas do blog) ou mais (além das páginas, menu de categorias, por exemplo). A imagem abaixo é do blog da Adrielly Sato, designer do xCake: ela criou dois menus, ambos abaixo do cabeçalho – um, que tem fonte branca em fundo vermelho, é das páginas do blog; o outro, fonte cinza escuro sobre fundo cinza bem clarinho, é o menu de categorias.

Menu Pequenina Vanilla. Clique para ampliar.

3. Rodapé

O rodapé é a parte inferior da página, seu conteúdo pode ser estático e/ou não. Conteúdos que costumam ficar no rodapé: licença Creative Commons, autoria do tema e, se for um site institucional, também telefone e/ou e-mail de contato e/ou endereço físico. O site do Love Cupcakes, por exemplo, além de licença de uso e autoria do tema, tem também telefone, opção para assinar o feed e receber os posts por e-mail e widget do Facebook.

Rodapé Love Cupcakes. Clique para ampliar.

4. Sidebar

Sidebar é a coluna lateral do blog – ou as colunas, se houver mais de uma. Pode ficar à direita e/ou à esquerda da área de posts. A sidebar do Brincando de Chef é bem interessante: a primeira é mais larga, distribuindo bem os botões das redes sociais e a apresentação dos autores, tem também a caixa de busca; logo abaixo são duas colunas, uma delas com os patrocinadores e a outra com widget do Twitter, arquivos, blogroll e nuvem de tags.

Sidebar Brincando de Chef. Clique para ampliar.

5. Área de posts

Esta parte todo blogueiro sabe qual é. =D  A página inicial pode apresentar o post completo ou apenas o início (com o famoso “clique para ler mais” ou similares) – no caso de ter somente o início, no mínimo o título do post também aparece. Há outras informações que podem aparecer na página inicial ou ficar somente na página do post (veja a diferença entre link do blog e link do post/permalink), como por exemplo autor, data, categoria, tags, etc.

A imagem abaixo é do Love Cupcakes, com apenas o início dos posts na página inicial (ao lado de uma sidebar linda, mas que na imagem abaixo precisei deixar mais clarinha para destacar a área de posts).

Área de posts Love Cupcakes. Clique para ampliar.

6. Comentários

Sua área é no final de cada postagem, após os posts recomendados e links para compartilhar nas redes sociais, bem fácil de encontrar. =)

Comentários Izabel Khan. Clique para ampliar.

7. Links de compartilhamento em redes sociais

Na imagem anterior, do site da Izabel Khan, dá pra ver bem: entre os posts relacionados e a caixa de comentários estão os botões para curtir o post, enviar ao Twitter ou enviar (share) para outras redes sociais. Esses botões são do AddThis, plugin do qual já falamos aqui no MetaBlog duas vezes: nos posts Deixe seus leitores compartilharem seu blog com o AddThis e Viralize com o AddThis.

8. Formulário de contato

É recomendado que o formulário de contato esteja sempre ao rápido e fácil alcance do leitor, portanto costuma ser uma página e, como tal, estar linkada no menu. Pode ser instalado através de plugin, mas o xCake configura o formulário dentro do próprio tema. Isso significa um plugin a menos pra pesar o carregamento do blog + um plugin a menos pedindo atualização + facilidade para personalizar o e-mail de recebimento (a configuração fica dentro do painel que o xCake cria) + por fim, mas não menos importante, o formulário de contato fica totalmente personalizado de acordo com a sua necessidade. O exemplo que você vê abaixo é a página de contato aqui do MetaBlog.

Formulário de Contato MetaBlog xCake. Clique para ampliar.
Formulário de Contato MetaBlog xCake. Clique para ampliar.

9. Blogroll

Sabe a lista que fica na sidebar com blogs e sites recomendados pelo blogueiro? Isso é o blogroll. O Atelier Doce Sabor chamou de blogs favoritos, clica na imagem abaixo que amplia. =)

Blogroll Atelier Doce Sabor. Clique para ampliar.
Blogroll Atelier Doce Sabor. Clique para ampliar.

10. Widgets

Deixei para o final o que geralmente causa mais dúvidas. Widgets são aplicativos que desempenham determinadas funções e aparecem, em grande parte, na sidebar (mas não só). Alguns blogs têm widget para traduzir todo site para outras línguas, muitos outros usam o widget do FeedBurner para os feeds. “Caixinhas” com os últimos tweets são widgets. A “caixinha” do Facebook que você viu no rodapé do Love Cupcakes é um widget. Nuvem de tags, lista de categorias, blogroll, arquivos… Tudo isso são widgets. Acesse o dashboard do seu site e vá em Aparência, ali há uma pequena amostra de widgets disponíveis – há muitos outros mais, acho que não deve ser exagero falar em milhares.

Considerações finais

  • Sempre faça backup antes de fazer qualquer alteração no seu blog, como por exemplo configurar um widget.
  • Se não tiver certeza sobre como instalar e/ou configurar um widget, peça ajuda.
  • Provavelmente você já ouviu/leu por aí os termos header e footer. São termos utilizados geralmente por programadores e web designers, inclusive arquivos do seu tema levam estes nomes (não altere nada lá se não souber muito bem o que está fazendo, você pode destruir todo seu layout!). Header equivale ao cabeçalho, footer equivale ao rodapé – e você pode falar os nomes em português mesmo, deixemos os termos de programação para quem faz a parte difícil, ou seja, os layouts. =D