O que você precisa saber antes de criar um blog

Categoria(s) do post: Planejando seu blog

Você vê blogueiros falando de seus blogs, lê sobre eventos de mídias sociais, acha incrível a ideia de ter um espaço na web para publicar suas ideias – e realmente é incrível ter espaço para isso. Então você cria um blog e descobre que nem tudo são flores… Calma! Saiba as dificuldades que virão pelo caminho, não para desanimar e sim para que você se prepare para encará-las. E se você já bloga, vem ler também, quem sabe você encontre estímulo para continuar, afinal nem só de dificuldades vive um blogueiro. ;)

Blogar dá trabalho

Isso é o mais importante que você precisa saber: manter um blog dá trabalho, muito trabalho. Mas pra não assustar você com um tópico enorme sobre tudo que você precisa fazer, vamos dividir o assunto em suaves prestações, digo, suaves tópicos curtos sobre as coisas que você precisa fazer. Por que falamos isso logo no começo ao invés de já ir dividindo a questão em tópicos? Pra enfatizar: blogar dá trabalho.

Precisa força de vontade

No começo você vai ter poucos leitores e pouco ou mesmo nenhum feedback, portanto força de vontade e persistência são fundamentais. É assim mesmo, é preciso um pouco de tempo para que as pessoas conheçam seu blog, se tornem leitores fiéis e comecem a deixar comentários.

Disposição é essencial

Nem sempre você vai estar com vontade de mexer no blog. Isso acontece com todo blogueiro, não se culpe pelas vezes em que você não sente a menor vontade de abrir o dashboard ou mesmo pesquisar para futuras postagens. Porém, embora você não deva se culpar, também não pode deixar a falta de vontade dominar, terá que lidar com isso e encontrar disposição.

Vai faltar pauta

É praxe, em algum momento você não vai encontrar assunto para escrever. Na verdade, em vários momentos. Acontece com todo blogueiro, inclusive aqueles que atualizam o blog diariamente. E se você olhar bem, justamente os que mais atualizam seus espaços são os que mais insistem na importância de manter algo como um “banco de pautas”. Isso é muito importante e temos posts aqui no Metablog tratando essa questão, confira e siga as dicas para não ficar sem post quando não tiver assunto na cabeça:

Criatividade sempre

Não é só na hora de encontrar pauta que a criatividade é importante. Tem que estar atento ao que acontece no mundo dos blogs e redes sociais, acompanhar as novidades e saber das tendências, encontrar coisas diferentes para oferecer aos seus leitores. Pode ser um plugin que ajude você a blogar melhor (isso vai se refletir na qualidade do conteúdo publicado, seus leitores vão perceber que há um ânimo novo no ar), um widget ou nova funcionalidade no layout (que interesse aos seus leitores, pois coisas sem função são só “penduricalhos” desnecessários que atrapalham ao invés de ajudar), uma pesquisa sobre algum assunto do momento (que tenha a ver com a proposta do blog, claro), etc. São muitas as possibilidades e justamente por isso é preciso criatividade para encontrar o que fará a diferença positivamente no seu blog.

Internet não é terra sem lei

Não, não pode sair pegando tudo que vê de legal na internet e sair publicando sem se preocupar com nada. Tem que respeitar Direitos Autorais, saber dar crédito quando usa algo que não foi feito por você, conhecer Creative Commons, saber escolher e respeitar condições de uso, tem que se responsabilizar juridicamente pelo seu próprio blog. Pesquise, estude, aprenda como funciona e evite ser processado por plágio.

Tem que abrir o bolso

Calma, também não é um rio de dinheiro, mas será preciso investir. Ok, é possível fazer tudo gratuitamente, mas palavra de quem já blogou 100% free e também em blog com investimento financeiro: com investimento é muito mais prazeroso. Ter o próprio domínio e hospedagem (e, assim, email personalizado também), autonomia caso deseje monetizar o blog e ter layout personalizado é tãããão mais gostoso, animador e divertido! Sim, divertido, porque você olha seu blog todo bonitinho, com layout feito sob medida para você, com seu domínio e email próprios, um sorriso vem ao rosto e blogar fica muito mais leve, mais alegre. :)

Felicidade e realização

Tanto trabalho precisa ter suas compensações, né? Você vai sorrir a cada leitor conquistado, a cada novo assinante de feed, a cada link love, a cada comentário e elogio recebido. Vai ganhar o dia cada vez que alguém compartilhar nas redes sociais um post seu. E quando surgirem os trolls, não desanime, pelo contrário: se até eles estão chegando no seu blog, é porque ele está se tornando conhecido. ;)

Semelhantes se atraem

É óbvio: seus leitores serão pessoas que compartilham do seu interesse pelo seu nicho. Você vai, no mínimo, trocar ideias interessantes, oferecer e receber informações novas do seu interesse e, quem sabe, até fazer amigos.

É gratificante

De alguma maneira você estará contribuindo com quem tem interesses semelhantes aos seus. Talvez você esteja compartilhando informações que são relevantes e importantes para a vida pessoal, profissional ou até para a saúde das pessoas. Talvez você publique conteúdos que inspirem os outros: a fazerem melhor seus trabalhos, a ajudarem mais as pessoas, a terem um dia melhor. Ajudar os outros, independente de como seja essa ajuda, sempre faz bem um bem danado para a alma da gente. :)

Espero que, ao final do post, você esteja se sentindo motivado a criar seu blog como eu disse lá no primeiro parágrafo. E se você andava desanimado, que tenha conseguido um gás novo, uma inspiração para seguir blogando. E se encontrou outras dificuldades e prazeres além dos listados aqui, conte para nós, queremos aprender com você e continuar ajudando em tudo que nos for possível. :)

15 comentários

  1. Eli comentou:

    Ok, eu confesso!
    Agora ficou ainda mais fácil sentir amor pelo blog que está pra nascer!
    Eu tenho vindo religiosamente todos os dias aqui olhar o que tem de bom, e acho que li tudo.. tudo mesmo… E estava eu olhando hoje pra rever apenas, o que já havia lido – admito que meu bloquinho de notas está cheio – quando vi uma postagem novinha em folha.. quase chorei de emoção.
    E o melhor, é que tem tudo, tudinho o que segui a risca nos últimos dias, e mais um monte de coisinhas novas pra ajudar.
    Lis, suas postagens me inspiram. Me auxiliam e fazem toda a diferença, ah, e o modo como você escreve, é Maravilhoso!
    Adoro ler seus textos – ops, posts!
    Um abração, e muito obrigada por escrever. Ajuda gente assim, “quenemeu”. :)

    1. Eli, eu também aprendo muito com vocês e tantos outros blogueiros e profissionais de mídias sociais, afinal temos que estar sempre nos reciclando e atualizando. E eu amo demais seus comentários, são inspiradores e muito motivadores. Obrigada! :)
      Ah, por enquanto temos atualizações quinzenais – um post a cada duas semanas, sempre nas terças. Quem sabe mais para frente não aumentamos a frequência. :D

      1. Eli comentou:

        :) – Agora que o blog foi pro ar, estou numa louca correria, mas é inevitável dar uma passadinha para rever alguma coisa. coloquei até no meu feedly.com pra ficar mais fácil de acompanhar. Muito obrigada, mesmo!

        1. Feed é tudo de bom, né? Nós aqui do xCake não vivemos sem. <3

  2. cris comentou:

    Ola. Muito boas as dicas aqui. Eu gostaria de saber se mesmo tendo um daqueles blogs gratis eu preciso ter hospedagem tb, ou posso sempre usar esse sem problemas? Ate mesmo pra futuramente ter links patrocinados. Tem problema? Outra coisa, se depois eu decidir comprar um domínio, eu consigo transferir tudo que tenho postado e de histórico nesse meu primeiro blog para o outro com domínio? Muito obrigada!

    1. Cris, a princípio você pode fazer seu blog do jeito que quiser. Mas deve avaliar vantagens e desvantagens, além de alinhar tudo isso com seus objetivos para o blog, para só então ver se pode ficar com um blog todo gratuito ou se investir trará mais benefícios (para ser sincera, sempre é melhor investir). Você precisa ver, por exemplo, se os termos de uso da plataforma gratuita que você utiliza permite monetizar (o WordPress é a melhor plataforma e, na versão gratuita, não permite).
      Se você começar em um gratuito poderá, depois, migrar seu conteúdo para um servidor pago com domínio personalizado, sim.

  3. Kai comentou:

    Esse post me deu cada vez mais vontade de persistir no meu blog. As vezes bate até um desanimo, e aquele medo de não ser tudo isso que eu esperava, mas já desisti demais na vida, então não vai ser tão ruim persistir até o fim pela primeira vez.

    Obrigado pelas dicas que estou recebendo aqui, e mesmo com o meu blog não estando a maravilha que pode ser, ainda estou me beneficiando das dicas que leio aqui.

    1. Kai, ninguém começa sabendo tudo e nem alcança todos os objetivos desde a largada. É assim mesmo, não desista! :)

  4. Lety comentou:

    Olá! Acabei de conhecer o Metablog e já revirei ele todo para saber muitas coisas, como a questão da proibição das promoções e concursos sem autorização. Adorei!

    Enfim, já tive blogs, mas nunca monetizei nada, mas, agora, pretendo lançar um site e tenho uma grande dúvida: como fica a questão com o governo, declaração de renda, é preciso criar cnpj se ganhar grana, ainda que pouca?

    1. Lety, o ideal é conversar com um contador da sua confiança ou ir até o SEBRAE se informar sobre Microempreendedor Individual. Dependendo do valor que você receber com o blog, terá que fazer Imposto de Renda. Se você já declara IR, os valores recebidos com o blog devem ser incluídos na sua declaração.

  5. DRYADY comentou:

    Oi , pautas não me faltam eu tenho milhões de textos escritos , mais não tenho onde publicar me sinto meio triste por não puder expor minha opinião as pessoa. Dizem que eu sou sou uma ótima escritora mais esse problema me impede.

    1. Dryady, você pode criar um blog. :)

  6. Thayná Aparecida comentou:

    Criei um blog a certo tempo e agradeço muito por compartilhar seu conhecimento sobre o assunto :)
    Agora estou mais empenhada para investir nele!

  7. Criei um blog, não tem muito tempo e tudo o que você falou é verdade, agradeço as dicas e tentarei colocar elas todas em práticas.
    As vezes alguns blogueiros que estão inciando não obtêm o resultado que esperam e acabam desanimando, só que em meu ponto de vista é nessas horas que devemos ver o que está de errado que não alcançou aquilo que desejava.
    Obrigado novamente pelas dicas.

Fechado para novos comentários.